No dia 12 de fevereiro, o CEO dos estúdios Actvision-Blizzard, Robert Kotick, anunciava aos seus investidores que a empresa havia atingido um recorde de lucro. Ao mesmo tempo, de acordo com o site americano Kotaku, vários funcionários eram convidados para salas de reuniões para serem despedidos.

O motivo das demissões foi que, mesmo batendo o recorde, o estúdio não conseguiu cumprir as expectativas dos investidores. Em uma coletiva de impressa Kotick disse:

Apesar de nossos resultados financeiros em 2018 terem sido os melhores da nossa história, nós não atingimos o nosso potencial completo. Para atingirmos o nosso potencial, nós fizemos importantes mudanças de lideranças. Essas mudanças nos permitiram alcançar diversas oportunidades na nossa indústria (…)”.

Ontem, 14 de fevereiro, foi revelado que mais 134 pessoas seriam demitidas nos estúdios localizados na França.

PUBLICIDADE