Nesta férias de fim de ano eu tirei um tempo para eliminar um pouco das minhas pendências de games no backlog. Tenho PlayStation 4 desde 2016 e ainda estou jogando jogos de 2014 (e a lista ainda está intensa). Escolhi, por ordem de lançamento, Infamous: Second Son, o terceiro game da franquia da Sucker Punch Productions, lançado em março de 2014.

Como já contei aqui, eu não tive um PlayStation 3. Logo, Infamous era uma novidade para mim, nunca joguei nada da série, que teve seu início na geração passada, e pouco conhecia a respeito de Second Son.

Às vezes (quase sempre) é bom mergulhar em um game do qual você não tem a mínima ideia, nem sabe a sinopse. E foi o meu caso com o Infamous: Second Son. No game, os jogadores conhecem Delsin Rowe, um cara de 24 anos que absorve alguns poderes após alguns acontecimentos em Seattle.

infamous second son

Um dos pontos altos de Second Son é a sua jogabilidade. Controlar Delsin é uma delícia. Os poderes deixam o gameplay mais divertido e fluido. O personagem conta com os poderes: Neon, Fumaça/Smoke, Vídeo e Concreto. Confesso que o meu favorito foi o Vídeo.

Na história, você tem dois caminhos, ou melhor, karmas para seguir: o karma bom ou o mau, simples assim. Os dois são bem extremos, ou você é bom demais ou você é um mau, mas muito mau! Vale a pena ver os dois finais, eles realmente são diferentes.

infamous second son ghost of tsushima

A Sucker Punch Productions atualmente está desenvolvendo Ghost of Tsushima, um game de ação e aventura que irá chegar para PlayStation 4 no terceiro trimestre deste ano. O jogo se passa na época da invasão Mongol do Japão.

Infamous: Second Son é, sem dúvida, um dos meus exclusivos favoritos da geração. Conhecer a série com Delsin foi um ponto de partida incrível. Com certeza irei jogar os anteriores no PlayStation 3 e não vejo a hora da Sucker Punch anunciar mais um game da franquia – depois de Ghost of Tsushima, óbvio.

PUBLICIDADE