Neste domingo, 18 de agosto, aconteceu o Tiger Upper Cup, campeonato que reuniu alguns dos melhores atletas de Street Fighter do Brasil.

Esta etapa da quarta edição foi realizada em São Paulo, no centro de treinamento Team One Academy, localizada no Shopping D. A Equipe da Team One compete nas modalidades de Counter-Strike, League of Legends e Rainbow Six: Siege, porém, Pedro Oliveira, diretor da Team One, mostrou grande interesse em investir também nos jogos de luta.

Estrutura da Team one Academy

A estrutura da Team one Academy é muito boa e bem localizada na cidade, porém sentimos falta de boas acomodações para os torcedores e visitantes que foram prestigiar o evento. Tanto os competidores quanto o público passaram todo o evento em pé, pois não havia cadeiras para acompanhar as partidas sentados, fato esse que achamos muito estranho, pois a Team One possui cadeiras confortáveis, ótimo telão e sistema de som.

Apesar desse ponto negativo, nada disso impossibilitou o acompanhamento da competição, tampouco tirou o brilho do campeonato!

Com entrada gratuita, o público  pôde jogar partidas de Street Fighter V em algumas estações disponíveis no local, mas a galera queria mesmo era acompanhar todas as lutas sem desgrudar os olhos do telão onde estavam sendo transmitidas as disputas.

Telão para acompanhar as disputas

Cada golpe desferido ou Critical Art realizado fazia a gente sentir na pele a emoção da luta através de toda vibração dos torcedores ali presentes. A competição contou com a participação dos 8 melhores lutadores de SFV de São Paulo: Zenith, Lexe, Keoma Pacheco, MauMau, Lekustela, SHODOWN|ChuChu, PATOZ|Niel e PATOZ|Rymaru, que disputaram golpe a golpe, round a round o título de campeão da Tigger Upper Cup (ótimo nome, por sinal!).

Tivemos grandes surpresas durante a competição, como a alteração de estilo de jogo de alguns competidores e reviravoltas incríveis. Um grande destaque vai para Lexe (Cabeça de Gelo), que foi para a Loosers após sua segunda luta na noite, mas conseguiu derrotar seus oponentes seguintes e enfrentou, o então invicto, Keoma na Final da competição.

Troféus esperando os ganhadores do torneio

Nesta fase dos campeonatos de luta, o vencedor da Loosers (grupo perdedores), neste caso o Lexe, deve ganhar do vencedor da Winners (grupo vencedores) duas vezes para levantar o caneco.

E foi justamente o que aconteceu, Lexe mudou o V-Trigger I para o V-trigger II do Rashid e mudou completamente seu estilo, alterando o seu jogo ofensivo para uma abordagem mais técnica e cadenciada. Lexe atropelou a Karin do Keoma com seu endiabrado Rashid. Ele resetou por 3×0 e na final definitiva fez 3×1.

Partidas acirradas e muita torcida

Segundo o mesmo, após “levar muito couro” do Keoma, percebeu que só conseguiria vencê-lo mudando sua estratégia de jogo, o que convenhamos, não é nada fácil de se fazer jogando com o Rashid. Confira o resultado do torneio clicando aqui.

PUBLICIDADE