O PlayStation Portable (PSP) foi o primeiro console portátil lançado pela Sony, embora alguns considerarem o primeiro como sendo o Pocketstation. O PSP faz parte da sétima geração dos consoles, foi anunciado na E3 de 2004 e teve o lançamento oficial em 12 de dezembro de 2004 no Japão. O console chegou no ocidente (Estados Unidos) em 25 de março de 2005.

O principal concorrente da Sony, na categoria portátil da época foi a Nintendo, que estava como o famoso Nintendo DS. O PSP é considerado um dos melhores portáteis do mundo, juntamente com o Nintendo DS,  3DS, GameBoy Clássico, Color e Advance.

O portátil da Sony possui outras funções além dos jogos, como leitor de áudio no formado MP3, vídeo no formato MP4 e algumas Universal Media Disc (UMD) com filmes que saíram exclusivamente para o portátil e acesso à Internet via rede Wi-Fi. Os gráficos são semelhantes aos do PlayStation 2. Outro atrativo é a tela widescreen de 4.3 polegadas com alta luminosidade e definição.

O console foi produzido até o junho de 2014 no Japão e abril de 2015 no Brasil tendo vendido, aproximadamente, 80 milhões de unidades pelo mundo. O acesso da loja virtual PlayStation Store (PSN) foi encerrado em março de 2016.

PSP 1000, também é conhecido como PSP Fat

O PlayStation Portable teve cinco versões: PSP 1000, PSP 2000, PSP 3000, PSP Go e PSP – E1000. A segunda versão do portátil, o PSP 2000, foi lançado em setembro de 2007 no Japão e é 19% mais estreito e 33% mais leve que o 1000. Em agosto de 2008, foi anunciada a versão 3000 e lançado em outubro do mesmo ano. Todos os acessórios da versão 2000 são compatíveis a versão posterior. Em outubro de 2009 foi lançado a versão Go, conhecida também como PSP-N1000. Por fim, o lançamento do último PSP, modelo E1000, em outubro de 2011. A memória RAM do PSP é de 32 MB na versão 1000 e de 64 MB nas versões posteriores. As versões que tiveram memória interna de armazenamento foram a Go e E1000, com a capacidade de 16 GB. As versões o armazenamento podem ser expandidas com o cartão Memory Stick Duo e PRO Duo (somente no 1000, 2000, 3000 e E1000) até 64 GB e no Memory Stick Micro M2 (somente no PSP Go) que pode chegar a 16 GB.

PSP E1000

A mídia de jogos exclusiva do portátil, a UMD, foi desenvolvida pela Sony a fim de evitar a pirataria. A capacidade da mídia é de 900 MB de camada simples e 1,80 GB de camada dupla.

Universal Media Disc utilizada nos modelos 1000, 2000 e 3000

A biblioteca de jogos do PSP é enorme, em um levantamento feito de 2005 até 2011, foram lançados 1063 jogos, contando com os jogos lançados exclusivamente no Japão. Os que tiveram mais sucesso são Pro Evolution Soccer, Metal Gear Solid – Peace Walker, Dante’s Inferno, WWE SmackDown vs RAW 2011, Assassin’s Creed – Bloodlines, Grand Theft Auto – Vice City Stories, Dissidia 012 – Duodecim Final Fantasy, Gods Eater Burst, Dragon Ball Z – Another Road, Monster Hunter Freedom Unite, Kingdom Hearts – Birth by Sleep, Tekken 6, God of War – Ghost of Sparta, Naruto Shippuden – Ultimate Ninja Impact e God of War – Chains of Olympus.

Não podemos esquecer que o PSP teve diversos emuladores e homebrews, isso fez que a procura do console fosse maior para quem buscava jogar os games do NeoGeo, Super Nintendo, Gameboy Advance, Playstation One, Mega Drive e muitos outros. Os emuladores têm uma qualidade excelente, possibilitando uma biblioteca de jogos gigantesca para o console portátil. Mas afinal de contas, ainda vale a pena ter um PSP nos dias de hoje? Como citado acima, o portátil da Sony teve a última versão fabricada em 2011, não tem mais acesso a PSN, não há mais atualizações de firmware e nem dos softwares de desbloqueios, também não há mais atualizações de emuladores e suporta emulação de consoles até a 5ª geração (PlayStation e Nintendo 64).

O PSP é utilizado por muitos para emular consoles de mesa. Na imagem mostra o PSP emulando o Mega Drive da Sega com o primeiro jogo do Sonic

Para quem busca um console portátil de boa qualidade, que além da biblioteca nativa de jogos, vale muito a pena ter um.

PUBLICIDADE