Em meio a tantos jogos lançados para Atari, os jogos do tipo shoot’ em up estavam entre os mais divertidos e cobiçados pelas crianças e até hoje fazem sucesso entre os retrogamers. Condor Attack estava entre esses jogos, sempre encontrado entre os vários cartuchos nacionais.

Esse é um excelente jogo para disputas de maior score, tinha como objetivo principal atacar e destruir os inimigos que ficam sobrevoando seu canhão. O jogo é iniciado empurrando o manete do controle para cima, dessa maneira, o canhão aparecia do lado esquerdo da tela.

O botão de ação lança tiros contra os oponentes que, se atingidos, rendem pontos para o jogador. No topo da tela estão inimigos menores que não te atacam e estão sob a proteção dos adversários maiores logo abaixo.

Gameplay de Condor Attack (1982) para Atari 2600

O jogo conta com um outro diferencial, sua velocidade não aumenta constantemente. Ela alterna entre lento e rápido de modo quase que imprevisível, surpreendendo o jogador. No máximo se sabe que ao exterminar todos os pequenos inimigos havia a possibilidade de alteração na velocidade.

A princípio, pode-se pensar que basta evitar o ataque aos oponentes menores para que não haja alteração da velocidade. Porém, a cada criatura grande que você acerta uma pequena também desaparece.

A HISTÓRIA DO JOGO

Condor Attack (1982) para Atari 2600

O jogo é sobre uma civilização que vivia em um futuro distante que foi levada à idade da pedra, em seu estado mais primitivo, graças a uma disputa intergaláctica. Além de lutar pela sobrevivência, essa civilização precisa lutar contra ferozes condores, que escaparam da extinção, para defender a humanidade. Tudo isso enquanto cientistas tentam desenvolver uma maneira de reverter essa distorção no tempo para que possam voltar ao futuro.

Toda a história do jogo é contada no manual original e foi simplesmente cortada nos manuais nacionais, que simplesmente indicam como jogar. Dessa maneira, muitos poderiam pensar que se tratava de um jogo espacial e futurístico ou o que a imaginação mandasse.

DICAS PARA MELHORAR SEU DESEMPENHO

O jogo não é fácil e muita gente o considera repleto de bugs nos quais os tiros dos inimigos aparecem do nada. Mas com algumas dicas dá para alcançar um bom placar.

Comece pensando que já no início do jogo sua nave vai estar logo embaixo de um oponente. Assim que empurrar o manete do controle para cima já fique com o botão de ação pronto para lançar um tiro.

Sempre que atirar no inimigo já saia rapidamente debaixo dele, pois mesmo destruído ele já pode ter lançado um tiro contra sua nave. Em momentos em que o jogo está lento, atire somente nos oponentes grandes evitando destruir os pequenos.

Já nos momentos em que o jogo está rápido atire sem parar, dessa maneira há maior chance de destruir logo os inimigos pequenos para que o jogo volte à uma velocidade mais lenta.

ALGUMAS CURIOSIDADES

Apesar do nome do jogo, os inimigos podem variar entre aranhas e morcegos se você diversificar a dificuldade do jogo. Um condor do jogo aparece como coadjuvante no jogo Bobby’s Going Home, sobrevoando em algumas telas.

Anos depois, um jogador encontrou resquícios do jogo Pac Man ao mexer nos códigos do Condor Attack. Estão lá os sprites de vários elementos do jogo, e não encontrou o que mais queria que eram os gráficos do condor.

Vulture Attack (Atari 2600). Divulgação

Era possível encontrar a label original embaixo de outra alternativa que era colada por outras distribuidoras que mudavam o nome do jogo que, aliás, era bem conhecido também por Vulture Attack.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao ver opiniões de fãs de Atari, Condor Attack não é um dos jogos mais queridos, mas com certeza muitos o jogaram por ele estar entre vários fabricantes de cartuchos nacionais. E, vez ou outra, ele aparecia na mão do gamer nas várias trocas de cartuchos que aconteciam.

Material que acompanhava o game.

Com uma bonita ilustração na label, e que condiz bem com a história contada no manual, é um jogo que vale a pena ser conferido, sendo também um bom item para se ter na coleção.