Games que simulam a preparação dos mais diferentes pratos e te fazem sentir como um verdadeiro “masterchef” não são novidade, mas Cook, Serve, Delicious! 3?! é inovador.

Nessa terceira sequência da franquia, o game foge da mesmice, principalmente em sua história, detalhe que muitos outros jogos do gênero fazem questão de deixar de lado.

ANOS DE BATALHA DE UM CHEF

Cook, Serve, Delicious! 3?!, criado pela desenvolvedora Vertigo Gaming, foi lançado no Steam com acesso antecipado em janeiro de 2020, e chega em outubro para PS4, Xbox One e Nintendo Switch, versão que está sendo analisada, é a sequência de Cook, Serve, Delicious! 2!!.

As artes dos pratos são tão bem feitas que chegam a dar fome

Seguindo a história da franquia, no primeiro (2012) o jogador precisou levantar o restaurante de nome Cook, Serve, Delicious do zero e passar pelas mais inusitadas dificuldades até acabar falido, vítima de uma má gestão. Já no segundo (2017), o protagonista conseguiu emplacar o nome do restaurante em uma torre de respeito e finalmente alcançar o sucesso. Já no terceiro…

O SONHO DESTRUÍDO PELA GUERRA

Estava indo tudo bem quando em 2042 a torre Teragon, casa do mundialmente famoso restaurante Cook, Serve, Delicious, é simplesmente explodida durante uma gigantesca guerra nos EUA. Após a destruição, o protagonista é resgatado por uma dupla divertida de androids, Clever e Whisk, interpretadas pelas atrizes e streamers Havana Mahoney e Negaoryx, respectivamente.

As androides reconhecem o famoso chef e logo veem uma oportunidade de ouro em tê-lo como cozinheiro em seu food truck. Com o passar do tempo, a turma toda acredita que eles podem atravessar os EUA e participar do campeonato de Food Truck que vai acontecer em breve.

Com isso, o caminhão segue viagem e deve passar por onze estados servindo os mais deliciosos e diferentes pratos, com uma apresentação impecável e da forma mais rápida possível para agradar aos seus clientes, que além de muito exigentes, possuem uma paciência bem curta, o que dificulta e deixa o game ainda mais divertido.

ENTRE, A COZINHA ESTÁ ABERTA PARA VISITAÇÃO

Quem jogou os games anteriores vai se sentir em casa, ou melhor, “na cozinha de casa”. Os comandos são praticamente os mesmos, com algumas novidades que vamos comentar a seguir. Mas se essa é a sua primeira vez, não se preocupe, o game oferece um tutorial que vai te deixar confortável com os comandos em pouco tempo.

Use e abuse do tutorial para não entregar um desastre igual a esse aos seus clientes

Basicamente o jogador deve se preocupar com três pontos na tela, vamos a eles:

Pedidos, localizados à esquerda, mostram quais são os pedidos dos clientes, tempo de espera deles, e como eles querem ser servidos.

Ingredientes e utensílios, na parte lateral direita. Com eles você vai preparar ou finalizar os pratos a gosto do cliente. Tome cuidado, pois uma cebola a mais, ou um queijo a menos, pode ser a diferença entre uma medalha de bronze, prata ou ouro, que são importantes e falaremos delas mais para frente.

Bebidas modernas agora fazem parte do cardápio

E por último, mas fundamental, as Hold Stations, na parte superior. São áreas de preparação, que são de extrema utilidade, uma vez que você pode deixar alguns pratos pré-preparados, finalizá-los e servi-los no momento correto, evitando que o cliente espere demais, fique bravo e, consequentemente, não pague e vá embora. Isso é realmente o pior status que se pode conseguir nesse game.

Uma novidade muito bem-vinda é a ajuda das suas companheiras robóticas que são capazes de servir TODOS os clientes automaticamente, o que era impossível nos títulos anteriores. E como o game conta com contador de combos, é extremamente satisfatório ver a sua lista de pedidos sendo concluídas de uma só vez.

SERVINDO COM EXCELÊNCIA

Já deu para perceber que a rapidez e a qualidade no ato de servir são muito importantes aqui, certo? É por isso que temos o dever de avisar aos trabalhadores mais preguiçosos, que podem querer usar o modo chill, uma espécie de nível “easy”, que transforma todos os clientes em verdadeiros “Jós”, que o trabalho duro sempre vale à pena e é recompensado.

Use bem as estações de trabalho para adiantar os pedidos

O modo chill retira o timer de paciência e dá todo o tempo do mundo para preparar os pratos, porém as medalhas de ouro, tão importantes para a progressão e para alcançar todas as conquistas no modo carreira, ficam desabilitadas. Assim sendo, o jogador vai conseguir no máximo medalhas de prata, não importa o quão bom tenha ficado o seu prato.

Isso mesmo, você vai precisar se esforçar para preparar, cozinhar e servir cada vez mais rápido e deliciosamente para poder conhecer todos os detalhes que o game tem a oferecer. Mas não se preocupe, as moedas e medalhas adquiridas no game podem ajudar.

INVESTIR PARA ENTREGAR PRATOS CADA VEZ MELHORES

As moedas e medalhas conquistadas durante a jogatina servem tanto para comprar itens cosméticos, que modificam a aparência do caminhão, mas não alteram em nada em seu funcionamento, quanto para evoluir suas habilidades e utensílios, esses sim de extrema valia para progredir com uma certa facilidade.

Os upgrades vão facilitar – e muito – a sua vida de cozinheiro

A princípio, o game é bem amigável e te ensina o básico para aprender a gostar e sentir prazer em preparar e servir seus pratos, mas logo você vai se pegar no sufoco e até frustrado se não investir bem em itens que diminuem a paciência dos clientes, reduzem o tempo de preparo dos ingredientes ou lhe fornecem uma estação de trabalho para equilibrar a dificuldade novamente.

JOGAR… APRENDER… É DELICIOSO!

Cook, Serve, Delicious! 3?! é um game longo, um pouco repetitivo e que pode não agradar a todos, mas se você encarar os tutoriais e se esforçar um pouco para aprender suas mecânicas, temos certeza de que vai relaxar e ter uma aventura culinária prazerosa, o que vai te fazer correr atrás dos outros títulos da série, se caso ainda não o tenha feito.

O jogo foi lançado em outubro de 2020 para PS4, Xbox One e Switch, e em janeiro desse ano para Steam.